A Swiss realizou ontem (08/08) o seu primeiro voo para o Aeroporto de London City usando o Bombardier CS100, a aeronave partiu de Zurique para cumprir a rota, que já era conhecida anteriormente pelo uso do Avro, uma aeronave regional que a Swiss está aposentando atualmente.

Esse voo é proveniente de uma certificação da Bombardier no Aeroporto London City, que averigua a capacidade do CSeries operar no local. Entre as peculiaridades do aeroporto está o alto ângulo de aproximação, com aproximadamente o dobro do normal e também a pista de tamanho pequeno. A certificação foi obtida em março deste ano, depois de alguns dias de testes com um avião-protótipo no local.

Foto – Bombardier

O Aeroporto London City é equivalente ao Aeroporto de Congonhas no Brasil, bastante movimentado, ele integra um tráfego internacional de passageiros que vem de toda a Europa. O aeroporto tem uma pista com cerca de 1500 metros e fica a poucos quilômetros do centro financeiro de Londres.

A Bombardier destacou em comunicado oficial de imprensa que projetou o CSeries para operar em situações como a de London City, logo a aeronave é capaz de fazer um voo internacional direto do centro de Londres para a costa leste dos EUA, se tiver toda configurada em classe executiva. O CS100 também pode cumprir voos com até 4070 km de distância com 110 assentos em classe econômica.

Foto – Swiss

A Swiss também colocará o CS100 em voos de Genebra para o Aeroporto London City entre junho e julho de 2018. No total a Swiss tem 6 aeronaves CS100 em sua frota.

Com o Avro sendo gradualmente substituído pelo CS100, o último voo da antiga aeronave regional será realizado no dia 14 de agosto, marcando o fim das operações do Avro na Swiss.