Foto - Divulgação

A Swissport deu início a um processo de substituição dos antigos equipamentos adaptados para o reboque das carretas de bagagem e também renovação da frota de tratores para movimentação de aeronaves por equipamentos especialmente desenvolvidos e com novas tecnologias para este fim.

Os 10 novos tratores já estão em operação no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, sendo dois novos tratores para movimentações de aeronaves e oito tratores para reboque de bagagens e carga. Outros cinco de cada modelo deve chegar nas próximas semanas.

Os novos tratores são fabricados pela TLD e tornam a operação muito mais segura, com conforto para o condutor, maior capacidade de carga, agilidade, desempenho e segurança.

“Entre os principais diferenciais dos novos tratores JST-20 e TMX150 estão os sistemas de freios nas quatro rodas, a maior capacidade de movimentação de bagagem, sistemas redundantes de segurança de aproximação das aeronaves e de condução dos equipamentos”, disse Sidnei Vieira, gerente de terminal da Swissport.

Outras vantagens são a transmissão automática, botões externos para movimentar em espaços curtos, e o motor, que funciona com injeção eletrônica de diesel e trabalha com ARLA (agente redutor líquido de óxido de nitrogênio automotivo), o que reduz a emissão de poluentes.

Recentemente, a Swissport colocou em operação também em Congonhas 12 novas esteiras de carregamento móvel, com o mesmo padrão de segurança e ergonomia dos novos tratores.

As novas esteiras também são fabricadas pela TLD e são usadas para a colocação das bagagens no porão das aeronaves. Todos os novos equipamentos, tratores e esteiras, fazem parte de um processo mais amplo de renovação da frota da Swissport em todo país.