TAP adia entrega de novos aviões da Airbus

A Airbus e a TAP fecharam um acordo para refazer a programação de algumas entregas de aviões da companhia portuguesa.

De acordo com o comunicado emitido pela TAP, cerca de 15 aviões tiveram a sua entrega adiada para após 2027. Estes deveriam anteriormente ter a entrega realizada para a companhia até 2025.

Além disso, a TAP também atrasou a entrega de novos aviões narrowbody, que chegariam na frota entre 2021 e 2022, para um período após 2025.

“Foi renegociada com a Airbus o diferimento das datas de entrega de 13 aeronaves A320neo de 2012-2022 para 2025-2027 e do diferimento da data de entrega dos [dois] A330neo de 2022 para 2024”.

A expectativa da aérea é economizar cerca de 856 milhões de euros, ao atrasar a entrega desses aviões, entre 2020 e 2022.

No que se refere ao contrato de aquisição de aeronaves A330neo, foi acordado o
adiamento para 2024 relativo às 2 aeronaves com entrega originalmente prevista para 2022, garantindo à TAP a possibilidade de troca destas aeronaves por outros modelos.

No total, a TAP fez uma encomenda para 53 aviões da Airbus, sendo 39 da família A320neo (incluindo o A321XLR) e 14 para o A330-900. Desses aviões encomendados, a TAP já recebeu 17 unidades.


Durante o 1º semestre de 2020 entraram em operação na frota TAP três aviões de nova geração Airbus (2 A330neo e 1 A321neo), sendo que no final do semestre entrou mais 1 A321neo LR em processo de phase-in.

Durante este período, saíram de operação 6 aviões (3 A319, 1 A320, 1 A321 e 1 E190), sendo que desses aviões, 5 encontravam-se ainda em processo de phase-out no final do 1º semestre de 2020.

Em suma, no final do 1º semestre de 2020, a frota total da TAP era composta por 108 aviões, dos quais 102 aviões encontravam-se disponíveis para a operação comercial.

 

DEIXE UMA RESPOSTA