TAP Portugal

A TAP Air Portugal divulgou nesta semana os seus resultados financeiros relativos ao ano de 2020, um dos piores da história da companhia.

A TAP teve um prejuízo total de 1,2 bilhão de euros em 2020, quando reduziu as suas operações. No ano anterior, em 2019, a companhia também registrou prejuízo anual, no entanto, este foi de 95 milhões de euros.

O trimestre com o maior prejuízo foi o 4ª, de outubro a dezembro, quando a companhia portuguesa teve um resultado negativo de 529,6 milhões de euros.

Todo esse resultado negativo foi gerado a partir de uma redução de 72,7% no número de passageiros da TAP, bem como uma queda de 70,9% na receita da empresa na comparação com 2019.

A taxa de ocupação média dos voos foi de 64,6% em 2020, uma queda de 15,4 p.p. na comparação com o mesmo período de 2019.

A companhia portuguesa fechou 2020 com 8106 funcionários, 900 a menos em comparação com 2019.

A TAP disse que nos primeiros meses de 2020 registrou uma significativa alta de 13,4% na quantidade de passageiros transportados, contudo, a pandemia rapidamente zerou os voos da TAP, que paralisou os voos domésticos e internacionais regulares em poucos dias.