Foto - Infraero

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta sexta-feira (31/8) as Portarias nº 2.637 e 2.650, que reajustam os tetos das tarifas aeroportuárias dos terminais de Florianópolis e Salvador conforme fórmulas estabelecidas nos respectivos contratos de concessão.

Os novos valores das tarifas poderão ser praticados somente 30 dias após a divulgação pelas concessionárias.

Os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros, de pouso e permanência de aeronaves e armazenagem e capatazia de cargas foram reajustados em 4,3911%.

Os reajustes aplicados levam em consideração a inflação acumulada entre junho de 2017 e junho de 2018, medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), observada no período.

Com a alteração dos valores, a tarifa máxima de embarque doméstico paga pelos passageiros passará de R$ 29,78 para R$ 31,08.

Por sua vez, a tarifa teto de embarque internacional nos dois terminais passará de R$ 110,20 para R$ 112,51.

Tarifa de Embarque (R$)

Doméstico

Internacional

Florianópolis /Salvador

Vigente

29,78

110,20

Reajustada

31,08

112,51

 

 

Resumo da tarifa de todos os aeroportos:

Teto da Tarifa de Embarque (R$)

Doméstico

Internacional

INFRAERO

31,27

112,83

GRU

30,94

112,23

VCP

29,30

109,32

BSB

29,49

109,65

GIG

30,35

111,21

CNF

30,15

110,87

NAT

22,21

96,80

FOR e POA

31,08

112,51

 

Via – ANAC