Foto - Infraero/Divulgação

No primeiro trimestre de 2018, o terminal de Logística de Cargas (Teca) do Aeroporto de Joinville (SC) movimentou 501,7 toneladas. Esse resultado representa um crescimento de 10% em relação às cargas processadas no mesmo período de 2017, quando foram totalizadas 455,6 t.

O destaque ficou por conta do setor de importação, registrando 501,2 t. Esse volume representa um acréscimo de 10,4% na comparação com os três primeiros meses do ano passado, quando foram computadas 453,8 t no complexo logístico.

O Teca de Joinville trabalha com cargas provenientes de países da Europa com destino a região norte do Estado de Santa Catarina. Os setores metal-mecânico, eletrodomésticos da linha branca, fármacos e equipamentos médicos hospitalares foram os principais segmentos da carga movimentada pelo complexo logístico inaugurado e 11 de dezembro de 1974 e conta com uma área de 2.627 m².

Para o superintendente do aeroporto, Rones Rubens Heidemann, a retomada do crescimento econômico, os números da balança comercial refletem o bom momento do País, e as importações na Região de Joinville acompanharam essa tendência. “Com fortalecimento da produção das indústrias instaladas no estado, o TECA de Joinville se mantem como porta de entrada para as cargas de alto valor agregado”, aponta Rones. “Os números são prova de que este equipamento é uma importante referência na cadeia Logística de Santa Catarina”, garante.

DEIXE UMA RESPOSTA