Foto: Esquadrão Puma/FAB/Divulgação.

A Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3º/8º GAV) – Esquadrão Puma, sediado no Rio de Janeiro (RJ), e a bordo do helicóptero H-36 Caracal, decolou com destino à Base Aérea de Canoas (BACO), no Rio Grande do Sul (RS), para cumprir uma missão de resgate.

A equipe foi acionada por meio do Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico (SALVAERO) Curitiba, responsável por missões de Busca e Salvamento na região Sul. De acordo com o chamado, o tripulante de uma embarcação de Malta, distante 120 milhas náuticas (equivalente a 216 quilômetros da costa), necessitava de socorro, por apresentar dores abdominais, vômito e fraqueza.

Foto: Esquadrão Puma/FAB/Divulgação.

A equipe efetuou o resgate do marinheiro nesta quarta-feira (11). A decolagem da BACO ocorreu às 7h35 (horário de Brasília), quando o helicóptero deslocou-se até o ponto indicado da embarcação, para o resgate. O retorno ocorreu às 9h25.

O paciente foi içado pela equipe SAR (sigla que se origina do inglês Search and Rescue, que quer dizer Busca e Salvamento), com uso de maca. Já no interior da aeronave, recebeu os primeiros atendimentos da equipe de saúde. A Major Médica Carla comentou sobre o resgate. “O paciente foi monitorado, avaliado e, em seguida, foi realizada punção venosa e analgesia para melhora do quadro. Na chegada entregamos o paciente com alívio da dor abdominal e mais estável. Sentimento de dever cumprido, pois treinamos tanto para que neste momento possamos cumprir com excelência a nossa missão”, destaca a Major.

Foto: Esquadrão Puma/FAB/Divulgação.

O piloto da aeronave, Tenente Aviador Gambassi, falou sobre a ação. “Tive a oportunidade de compor a tripulação que efetuou o resgate do paciente. Para esta missão, necessitamos realizar um amplo planejamento em razão da distância a qual a embarcação encontrava-se, mas, acima de tudo, poder fazer os procedimentos de içamento e resgate em segurança e cumprir a missão, é gratificante e emocionante”, conta o Tenente que cumpriu sua primeira missão real junto ao Esquadrão Puma.

Foto: Esquadrão Puma/FAB/Divulgação.

O Homem de Resgate (HSAR), Cabo Alberto, destacou a satisfação de cumprir a missão. “Treinamos o ano todo para este momento. Executar os procedimentos e salvar uma vida é uma missão que não tem preço, e hoje torna-se um dia especial e de grande emoção”, disse.

Após o salvamento, o paciente foi entregue à equipe em solo que o aguardava em uma ambulância do Samu, coordenado pela Marinha do Brasil, e em seguida, encaminhado ao Hospital Nossa Senhora das Graças, em Canoas, para atendimento especializado.

Foto: Esquadrão Puma/FAB/Divulgação.

Via Força Aérea Brasileira

DEIXE UMA RESPOSTA