Tripulantes da LATAM são multados após saída para “furar” a quarentena

LATAM

O estado australiano de New South Wales, cuja principal cidade é Sydney, anunciou que multou membros da tripulação da companhia aérea LATAM por não cumprirem as regulamentações sanitárias.

De acordo com a Premier Gladys Berejiklian, 13 integrantes de um voo da Latam foram multados em mil dólares australianos (cerca de US$ 760) cada um por deixarem seu hotel na cidade de Mascot, onde tiveram que cumprir as regras impostas ao transporte aéreo, conforme relatado o jornal local The Age.

A polícia chegou ao hotel após denúncias de que um membro havia deixado as instalações e ali descobriram que outras 12 pessoas também o haviam feito, violando o autocontrole.

O LATAM Airlines Group, eles relataram que “todos os membros da tripulação testaram negativo para Covid-19 em 6 de dezembro, a companhia aérea está cooperando com a NSW Health para garantir que todas as medidas sejam seguidas para proteger a saúde pública”.

Além disso, após este incidente, o governo de New South Wales anunciou novas restrições para as tripulações de companhias aéreas que pousam lá, restringindo sua estadia a apenas dois hotéis, em vez dos cerca de 25 em que poderiam ficar. Dessa forma, busca-se um maior controle dos trabalhadores das companhias aéreas.

Os regulamentos estaduais não obrigam as tripulações a ficarem em quarentena por 14 dias quando chegam, como todos os outros, mas os obrigam a ficar em quarentena até embarcar no próximo avião.

 

DEIXE UMA RESPOSTA