Ryanair Pilotos

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), atuante em Portugal, determinou uma paralisação de tripulantes da Ryanair com base em Portugal, que deve perdurar por cinco dias no próximo mês.

O sindicato ainda estabelecerá regras e a data de início da greve, para manter o mínimo possível de voos ativos, em um dos períodos do ano de maior movimento devido à alta temporada na Europa.

As negociações com a companhia ainda estão abertas, e a greve pode ser suspensa pelo sindicato.

O motivo da greve é pela falta da empresa em cumprir o acordo com tripulantes, firmado em novembro de 2018, onde a Ryanair passaria a cumprir as leis trabalhistas de Portugal a partir de fevereiro de 2019.

Os tripulantes ainda cobram a obrigatoriedade de 22 dias de férias consecutivos, o pagamento de subsídios de férias e natal e a efetivação de tripulantes que estão a mais de 2 anos trabalhando pela companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA