Transavia tripulantes

As viagens pela Europa durante esta alta temporada tem sido impactadas pela escassez de funcionários em companhias aéreas e também em aeroportos. Se juntando a lista, a Transavia agora enfrenta uma greve de tripulantes após não chegar a um acordo.

A Transavia tentou um acordo com seus tripulantes mas o mesmo foi rejeitado e com isso foi iniciada uma greve na quarta-feira (13). Como resultado, a companhia aérea de baixo custo do Grupo Air France-KLM precisou cancelar 30% dos voos nesta sexta-feira (15) e mais 25% de amanhã (16).

Com os cancelamentos e reprogramação da malha de voos, a Transavia orientou seus passageiros a entrar em contato com a empresa para verificar a situação dos voos. 

O Sindicato dos Tripulantes emitiu um indicativo de greve ainda no dia 7 de julho mas sem informar uma data precisa. A reivindicação é o salário base para novos tripulantes que está a baixo do salário mínimo.

Em uma declaração ao Portal Bloomberg, um porta-voz da Transavia disse que iria incluir um pagamento melhor para os tripulantes em parcelas além de melhorar a escala de voos. Segundo o porta-voz o pagamento das parcelas ao serem acrescidas ao salário base seriam superiores ao salário mínimo.

 

 

Com informações do Bloomberg.