(Reuters) – Um voo da Air Canada precisou alternar nesta quinta-feira (11/07) para o Havaí, depois que um súbito caso de turbulência severa deixou 35 clientes com ferimentos leves, informou a companhia em comunicado.

O voo AC33, transportando 269 passageiros e 15 tripulantes, estava voando de Vancouver a Sydney, na Austrália, quando o Boeing 777 “encontrou uma turbulência imprevista e repentina a aproximadamente duas horas após passar a Ilha do Havaí”, disse a transportadora. O avião foi desviado para Honolulu e aterrissou às 12h45.

“Como precaução, o pessoal médico está de prontidão para examinar os passageiros em Honolulu”, disse a Air Canada.

Os relatórios iniciais da companhia apontavam 25 pessoas com ferimentos leves.

Em outro caso, 29 pessoas ficaram feridas depois que um voo da Turkish Airlines passou por uma severa turbulência em sua aproximação ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, em março.