Uma hora antes do pouso, um voo da Aeroflot (SU 270) que ia de Moscou, na Rússia, para Bangkok, na Tailândia, sofreu uma turbulência severa que deixou 27 passageiros feridos, sendo que 3 sofreram graves lesões. A Aeroflot estava realizando o voo com um Boeing 777, em uma rota tipicamente turístic. Havia 313 passageiros a bordo.

Passageiros relataram que foram jogados contra o teto da aeronave, bebês também foram arremessados contra o teto. Testemunhas relatam que a maioria dos passageiros que estavam em pé no corredor ou sem cinto sofreram ferimentos. Vladimir Sosnov, vice-chefe do consulado russo na Tailândia, reafirmou que a maioria dos feridos estavam sem cinto no momento do incidente.

Três pessoas sofreram fraturas ósseas, várias estavam sangrando após o ocorrido, todo o material da galley traseira foi espalhado na parte de trás da aeronave com a forte turbulência.

Foram hospitalizados 25 passageiros do voo em Bangkok, para tratar as lesões sofridas no incidente, sendo que dois foram encaminhados para realizar cirurgias urgentes. Os outros passageiros foram tratados no próprio avião e no aeroporto, com kits de primeiros socorros. A Embaixada Russa na Tailândia e a Aeroflot estão prestando ajuda aos passageiros que foram afetados.

A suspeita é que o Boeing 777 encontrou o que na aviação se chama “turbulência de céu claro”, quando a aeronave encontra uma zona de turbulência que não foi identificada anteriormente no radar da aeronave. Os passageiros reportaram dizendo que não houve uma ordem anterior para apertar os cintos de segurança.

O Boeing 777 entrou na zona de turbulência pouco antes de iniciar a descida para o pouso, os pilotos controlaram a aeronave e em seguida prosseguiram em emergência para o pouso. A tripulação que estava comandando o voo é bastante experiente, o comandante tem mais de 23 mil horas de voo, enquanto o co-piloto tem 10500 horas de voo.

A Aeroflot informou, em nota, que nenhum passageiro correu risco de vida, a companhia afirmou que irá cobrir todas as despesas relacionadas com o tratamento médico dos passageiros.

 

Veja um vídeo abaixo gravado logo após o incidente: