XQ-58A Valkyrie- Foto: AFRL

Durante o pouso após um teste no terceiro voo do UAV (veículo aéreo não tripulado), Kratos XQ-58A a aeronave sofreu danificações. O voo aconteceu no último dia 9 em Yuma, Arizona.

Segundo o Laboratório de Pesquisa da Força Aérea (AFRL), aconteceu um problema causado por um mau funcionamento do sistema provisório de recuperação de testes de voo da aeronave e por ventos fortes na superfície, disse o AFRL, em um comunicado à imprensa.

“Na descida final, o protótipo do sistema de amortecimento, que foi empregado para a série inicial de testes, mas não se destina ao uso operacional final, sofreu uma anomalia, resultando na aeronave sofrendo danos ao pousar”, diz a Kratos em comunicado à imprensa. “O XQ-58A Valkyrie, como todos os drones tradicionais da Kratos e os drones-alvo de alto desempenho da Kratos, são projetados para serem rapidamente reparados e reutilizados se houver danos após a realização de missões operacionais. A Valquíria foi recuperada e o dano foi inicialmente avaliado e determinado como totalmente reparável”, completa.

Esse incidente irá atrasar o próximo e quarto voo do XQ-58A, mas até deve ser concluída a investigação do ocorrido no terceiro voo.

“O XQ-58A cumpriu todos os seus 56 pontos de teste de linha de base, além de dois pontos de teste adicionais com excesso de combustível restante na conclusão de seu voo de 90 minutos, expandindo o desempenho do UAV para velocidades e altitudes mais altas antes do incidente”, afirma Kratos e AFRL.

O XQ-58A tem um sistema de emergência que lembra bastante o usado nos Cirrus, pois há um paraquedas que é acionado de dentro para fora, além de um sistema de almofada de airbag, mas até o momento não se sabe o que deu errado nesta operação.

Fonte de apoio: Flight Global/ Adaptação: Aeroflap