ULA e SpaceX ganham contrato para lançamentos militares

Foto - SpaceX

A ULA (United Launch Alliance) e a SpaceX ganharam contrato de lançamentos militares da Força Espacial dos EUA. As duas empresas venceram a disputa com as também norte-americanas  Blue Origin e Northrop Grumman.

O contrato da ULA é de US$ 337 milhões, enquanto a SpaceX recebeu um contrato de US $ 316 milhões, para os lançemntos da Fase 2 do programa National Security Space Launch (NSSL).

O objetivo dos lançamentos é lançar importantes satélites de uso militar estratégicos dos EUA.

A fase 2 com as duas empresas está garantida para os anos de 2022 a 2027 e consiste no uso dos foguetes Falcon 9 e Falcon Heavy da SapceX e no Vulcan Centaur, que está em desenvolvimento e deverá fazer seu lançamento o inaugural em 2021.

Arte do foguete Vulcan Centaur- Foto: ULA

Outro motivo a respeito disso é que as autoridades da Força Espacial dos EUA não querem que seus satélites sejam lançados por foguetes que usam motores russos RD-180, que é o caso do Atlas V da ULA, por isso a empresa está desenvolvendo o Vulcan que tem motores nacionais.

“Estamos presos nos motores russos RD-180 há muito tempo”, disse isse Will Roper, secretário assistente da Força Aérea dos EUA.

Contudo, esse contrato cedido a ULA e a SpaceX, não significam que a Northrop Grumman e a Blue Origin estão fora da jogada, as empresas poderão participar dos lançamentos da Fase 3.


Entretanto, segundo o site Space Flight Now, a Northrop Grumman fornecerá propulsores de foguetes sólidos e a Blue Origin construirá os motores principais BE-4 para o foguete Vulcan Centaur da ULA.

 

DEIXE UMA RESPOSTA