A318 Airbus Avianca Brasil
Foto: @fab.aero

Um Airbus A318 de matrícula PR-ONR está neste momento sendo transportado para um novo destino, a aeronave ganhará um novo local para repouso nos próximos dias. 

A aeronave que se encontra estocada no Aeroporto de Brasília desde junho de 2017 antes mesmo da Avianca Brasil fechar as suas portas está seguindo para Campinas-SP, onde uma empresa especializada na montagem e desmontagem de aeronaves será a responsável em dar um novo destino para a aeronave.

Curiosamente, todo o trabalho de desmontagem e transporte da aeronave está sendo realizado pela @fab.aero (clique aqui para conhecer o Instagram), uma empresa especializada não só na manutenção de aeronaves, bem como no preparo de aeronaves em desuso para o transporte através da sua equipe especializada.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fab Aero (@fab.aero)

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por AEROFLAP (@aeroflap)

Além disso, Fabio Anderson, dono da FAB Aero, nos contou que ultimamente, surgiram várias oportunidades de desmontagem de aeronaves e remoção, necessitando de um preparo adequado para o transporte técnico e o correto sucateamento dessas aeronaves que na maioria das vezes vão para o mercado secundário de peças usadas, ou se transformam em plataformas de empreendimentos como restaurantes, hotéis, e inclusive, salão de festas.

Contudo, a tarefa para o desmonte de uma aeronave pode até parecer simples, principalmente pelo fato de se tratar de um avião que não está mais operacional, mas que necessita de cuidados especiais durante o processo de desmontagem para que nenhuma das peças seja perdida ou danificada.

Para se ter uma noção da tamanha complexidade deste processo de desmontagem, cerca de 2.500 peças foram retiradas do A318 até que a aeronave ficasse pronta para ser colocada na carreta de um caminhão para o transporte.

Com a expectativa que a viagem dure três dias, este A318 chamará a atenção dos viajantes. Ainda que não se saiba qual será o futuro da fuselagem desse Airbus, fica em aberto uma grande oportunidade para que esta aeronave ganhe uma segunda chance para um futuro empreendimento, algo que tem se tornado bastante comum no Brasil nos últimos anos.

Mais recentemente, um Fokker-100 (ex PR-OAF) também da extinta Avianca Brasil acabou se tornando  palco de uma experiência gastronômica pela Pan Am Brasil (agora The Plane experience), quem sabe este A318 nãio se torne um futuro point de visitas ou turístico? 

 

318
Este Fokker-100 ex-Avianca Brasil ganhou uma segunda chance e agora virou um restaurante que oferece uma experiência gastronômica Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

Uma breve história do PR-ONR e do A318 na Avianca Brasil

A318
Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

Sendo uma das 15 aeronaves que fizeram parte da frota do A318 na Avianca Brasil, este A318 antes de operar no Brasil chegou a fazer parte da LAN Chile quando foi entregue em novembro de 2008, sob a matrícula CC-CZS.

Com quase cinco anos de operações no Chile, esta aeronave foi estocada em abril de 2013, mas foi transferida em dezembro do mesmo ano para a Avianca Brasil, em substituição aos Fokker-100 que estavam prestes a se aposentar da companhia aérea.

Mesmo que seja uma aeronave nova, a vinda dos A318 para a Avianca Brasil também envolveu uma série de negociações, pois a empresa aérea brasileira aguardava a vinda de novas aeronaves do modelo A320 e o ‘Babybus’ serviu como uma espécie de tapa buraco, já que este modelo contava com um número limitado de motores em operação.

Equipados com o PW6000, motor que teve a sua produção encerrada mesmo com unidades do A318 em operação. A Avianca Brasil viu as unidades d A318 entrarem em declínio pela falta de peças, principalmente pela falta de motores. 

Sem novos motores, restou canibalizar algumas unidades do modelo para que o A318 se mantivesse ainda em operação por mais alguns anos, isso também explica o motivo de algumas unidades após a falência da Avianca Brasil terem permanecido no Brasil, mesmo que a Airbus acionasse a justiça para o retorno desses aviões.

Em breve contaremos mais histórias dos outros A318 que ainda estão no Brasil. Aguardem!