Boeing 737 MAX 10
Foto: Boeing/Divulgação

Hoje, 18 de junho de 2021, foi o dia em que o maior Boeing 737 já construído realizou o seu primeiro voo. A maior aeronave da família possui mais de 500 pedidos, incluindo as encomendas da companhia aérea brasileira GOL

A aeronave de matrícula N27751 foi fabricada em novembro de 2019 em Renton no estado de Washington, local onde a Boeing possui instalações para fabricar a família 737. Desde então, a aeronave que foi apresentada ainda em novembro de 2019 para o público não havia realizado nenhum voo de teste.

O novo avião havia realizado apenas testes em solo, como aconteceu com ainda nesta semana. O MAX 10 deixou de realizar testes durante algum tempo, pois foi o momento mais difícil enfrentado pela Boeing, a crise do 737 MAX. 

A crise que se iniciou com os dois acidentes fatais do modelo, fez com que o avião fosse proibido de voar por 20 meses. Já com as atualizações necessárias, o N27751 foi preparado para realizar o voo de hoje (18).

O MAX 10 partiu às 10h07(hora local) de Renton, a aeronave voou por pouco mais de 2 horas e meia realizando manobras à uma altitude mais baixa. 

Reprodução: FlightRadar24

Durante a viagem, a aeronave realizou um toque-arremetida em Moses lake e seguiu fazendo manobras a aproximadamente 15 mil pés de altitude. Por volta de 12h37, o 737 MAX 10 pousou em Seattle na Boeing Field.  

Nas próximas semanas a Boeing deverá realizar novos voos de teste, com as entregas atrasadas a fabricante irá entregar o primeiro exemplar somente em 2023, com três anos de atraso em relação ao cronograma inicial. Os atrasos em boa parte foram em decorrência da suspensão de voos que o modelo enfrentou entre 2019 e 2020 em todo o mundo.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA