Foto - BriYYZ

A United Airlines já cogitava anteriormente uma aposentadoria dos seus aviões Boeing 757 e 767, mas assim como a American Airlines, a recente crise no setor de aviação deve antecipar os planos da companhia.

De acordo com o presidente da United Airlines, Scott Kirby, a companhia planeja antecipar a aposentadoria de algumas aeronaves do modelo Boeing 757 e 767 nos próximos meses.

Enquanto Scott Kirby não confirma uma data para a retirada definitiva do último Boeing 757 da frota da companhia, e também do último 767, ele afirma que a companhia já está pensando até mesmo na aposentadoria dos seus Airbus A319/320.

A United planeja substituir os seus 757 pelo A321XLR, que encomendou em junho de 2019, o problema é que a Airbus só começará a fabricar essas aeronaves em 2023. Logo, se a United decidir aposentar esses aviões antes de 2023, como a American Airlines, bem possível que teremos um gap na frota da companhia, sem uma aeronave com a mesma capacidade em oferta e alcance.

Já o Boeing 767 será substituído por uma mescla de aviões da família Boeing 787 Dreamliner. A United opera com todas as variantes do Boeing 787 Dreamliner, com configurações de 219 a 318 assentos.

No momento a United teoricamente opera com 72 aviões Boeing 757-200/300, mas já encomendou 50 aviões do modelo Airbus A321XLR, e mais 100 Boeing 737 MAX 10.

De 767, a United opera atualmente com 54 aviões 767-300ER/400ER, e como dito anteriormente, a companhia deve substituir esses aviões pelo 787 Dreamliner.


É notável que a aposentadoria desses aviões não será tão breve quanto na American Airlines, visto que os três modelos ainda respondem por 20% da frota da United Airlines.

 

DEIXE UMA RESPOSTA