Foto - United Airlines/Reprodução

Antes considerando o Boeing 787 também como substituto do 767, a United Airlines agora está focando no Airbus A330-800neo e também no novo avião da Boeing, o NMA (New Mid-Market Airplane) como possíveis substitutos dos aviões 757 e 767 na sua frota.

O vice-presidente sênior de finanças, compras e tesoureiro, Gerry Laderman, disse em uma apresentação no dia 27 de fevereiro sobre a necessidade da companhia, em curto prazo, de substituir essas aeronave.

Anteriormente a companhia tinha descartado a opção do A330neo como substituto do 767, mas o preço semelhante ao 787, a dificuldade de treinamento de transição da tripulação, e a pouca atratividade da aeronave em relação aos custos, foram motivos que naquele instante pareciam não fazer sentido.

Nesse meio tempo de muitas opções na mesa, a United chegou a cogitar também solicitar a reabertura da produção do Boeing 767 para passageiros. E foi a primeira que declarou interesse no NMA.

O A330neo tem um custo de operação maior que o Boeing 787, porém a aquisição pode custar menos ao caixa da United, o A330neo também consegue ser mais eficiente que o Boeing 767. Possivelmente Laderman citou essa aeronave após uma negociação vantajosa com a Airbus, como sabemos, as fabricantes conseguem dar descontos aos seus produtos, de maneira a torná-los mais atrativos para as companhias.

A United ainda não descartou totalmente usar o Airbus A321 LR como uma alternativa ao 757, a aeronave é comparada diretamente com o Boeing 757-200, visto que tem quase a mesma capacidade de passageiros e maior autonomia. No entanto, a companhia sabe que essa aeronave tem uma capacidade menor de transporte de carga.

Toda essa procura por substitutos do 757 é devido à idade média da frota, que já acumula cerca de 22 anos para a versão 757-200 e 16 para a 757-300. O Boeing 767-300ER também acompanha esses valores, com 23 anos de idade, em média, na frota da United.

Com aviões tão usados, e sabendo do tempo necessário para renovar toda essa frota, a United realmente precisa arrumar rapidamente um substituto para esses aviões. Ao contrário, esses 757 e 767 ficarão ainda mais tempo na frota.

Atualmente a United opera com 51 aviões da família Boeing 767 em sua frota. Os 767-400ER são os mais novos, visto que é um modelo que entrou em operação no início do Século 21. Além disso a United opera com mais 77 aviões 757-200.

 

Via – FlightGlobal

Texto – Aeroflap