United decide adiar entrega de aeronaves Boeing 737 MAX

A United possui 14 Boeing 737s MAX atualmente aterrados pela FAA. Foto: United News Hub.

Enquanto se prepara para uma nova realidade após a pandemia do COVID-19, a United Airlines decidiu adiar o número de aeronaves Boeing 737 MAX que planejava adicionar à sua frota.

Em vez de seu pedido original, a United Airlines agora terá menos da metade do número de aviões 737 MAX desejado nos próximos dois anos.

O diretor financeiro da United Airlines, Gerry Laderman, disse em teleconferência na sexta-feira (1º/05) que a empresa planeja emergir da crise do coronavírus como uma companhia aérea muito diferente.

A companhia aérea com sede em Chicago, receberá agora 40 aeronaves 737 MAX até o final de 2021. Essa nova realidade significa que a United atrasou mais da metade de seu pedido com a Boeing para o avião que está atualmente sem voar.

No que diz respeito às primeiras entregas do 737 MAX, a United diz que depende dos órgãos reguladores que re-certificam o avião. Se o Boeing 737 MAX receber a recertificação em breve, a United diz que poderá receber 16 aeronaves este ano e 24 aviões em 2021.

Além das novas aeronaves 737 MAX, a United diz estar comprometida em receber oito Boeing 787-9 este ano e oito 787-10 no ano seguinte. Essas aeronaves que o United encomendou já estavam em construção antes da crise do coronavírus.

 

DEIXE UMA RESPOSTA