United Boeing
A United possui 14 Boeing 737s MAX atualmente aterrados pela FAA. Foto: United News Hub.

(Reuters) – A United Airlines surpreendeu na manhã desta segunda-feira (28) ao anunciar um pedido para pelo menos 270 novos aviões avaliados em US$ 30 bilhões. As aeronaves encomendadas são tanto da Boeing como da Airbus, para aviões de corredor único.

A companhia aérea norte-americana anunciou a grande encomenda visando garantir estabilidade na recuperação do setor em alguns anos. Ainda não foram confirmadas quais modelos foram encomendados e quantas aeronaves foram encomendadas de cada.

As aeronaves indicadas no negócio serão Boeing 737 MAX e o Airbus A321 tornando a maior encomenda desde a maior crise enfrentada pelo setor aéreo. A United ainda irá divulgar os detalhes posteriormente. 

Confirmada uma grande quantidade de aeronaves 737 MAX, o avião norte-americano terá recebido sua segunda grande encomenda desde a retomada de voos com a aeronave. Entretanto, deixa claro que o 737 MAX agora divide os holofotes com o Airbus A321neo que tem recebido um grande volume de encomendas.  

Atualmente a United Airlines tem 100 pedidos para o 737 MAX 10, 79 para aviões 737 MAX 9 (30 entregas já foram realizadas) e 40 para o 737 MAX 8.

De acordo com o site AirFleets, a companhia opera atualmente com 43 aviões 737-700, mais 141 da versão 737-800 e 148 da versão 737-900. Estes devem ser substituídos diretamente pelos 737 MAX nos próximos anos, juntamente com 175 aviões da família Airbus A320.

Os aviões da família Boeing 757, por sua vez, devem ser substituídos pelo Airbus A321neo. Atualmente a United tem 50 encomendas para o A321XLR, e planeja expandir os pedidos, de acordo com as fontes consultadas pela Bloomberg.

De qualquer forma, esta movimentação da United ainda durante a pandemia não assusta o mercado de aviação.

Em maio de 2020 a companhia aproveitou para encomendar mais aviões Boeing 787 Dreamliner, dizendo que poderia acelerar a aposentadoria de aviões mais antigos, como o 767.

Em março deste ano a United Airlines realizou um pedido para 25 aviões 737 MAX, e nas últimas semanas firmou um compromisso inesperado para ter preferência no projeto de avião supersônico da BOOM.

 

*Em breve novas informações

DEIXE UMA RESPOSTA