United inicia as operações do novo terminal B do Aeroporto de LaGuardia, em NY

A United Airlines iniciou neste fim de semana as suas operações no novo Terminal B do Aeroporto de LaGuardia, em Nova York, se tornando desta forma a primeira que opera no novo local.

Anteriormente, a American Airlines tinha inaugurado o Terminal A, o primeiro a ser concluído da obra de revitalização do local, ao custo total de US$ 8 bilhões.

Dois novos saguões com 35 pontes/portões de embarque foram construídos no Terminal B, na primeira etapa 11 deles foram inaugurados (no píer esquerdo).

“Uma cidade como Nova York merece um aeroporto de classe mundial e estamos orgulhosos de ser a primeira grande companhia aérea a experimentar o novo LaGuardia, incluindo o saguão de desembarque e partida e os portões do Terminal B”, disse o vice-presidente de Estações Domésticas e Internacionais da companhia, David Kinzelman.

“Precisamos de aeroportos? Sim, precisamos de aeroportos”, disse o governador Andrew Cuomo durante a inauguração do terminal B.

O local totalmente repaginado conta com lojas e restaurantes revitalizados para os passageiros, e facilidades, como áreas modernas de esteiras de bagagem e lobby.

Os portões da United foram abertos em junho passado no saguão leste do Terminal B, juntamente com um novo United Club localizado após a segurança perto dos portões da companhia aérea. O Club é um espaço privado de 10.500 pés quadrados que possui mais de 200 assentos – 30% maior que o anterior LGA Club da United.


 

Outros investimentos

LaGuardia deve ficar assim depois de todas as reformas que somam US$ 8 bilhões. Observe o terminal da AA na ponta, que foi inaugurado há pouco. Foto – Delta Airlines

O LaGuardia foi inaugurado em 1939, e está passando por uma grande reforma para adequar a sua estrutura para a modernidade e padrões de operação de um aeroporto do século 21.

Além dos investimentos da American Airlines, a Delta (juntamente com a Autoridade Portuária de NY) deve investir cerca de US$ 3,9 bilhões de dólares até 2022 para reformular os terminais C e D do aeroporto, esse conjunto de 4 píers do lado direito da imagem, após o terminal da American Airlines.

Com 37 pontes de embarque fixas, com os famosos fingers para melhorar o conforto do passageiro, o novo terminal de Delta é 30% maior em comparação com o atual. A Delta classifica esse projeto como um dos maiores em termos de reconstrução de um aeroporto nos Estados Unidos.

Foto – Delta

No geral a Delta vai substituir todos os terminais C e D do local pelo projeto da foto acima, o diferencial será a conectividade do terminal com as outras áreas do aeroporto, além da capacidade de receber qualquer aeronave que a Delta opera em sua frota e consiga pousar no aeroporto, incluindo as aeronaves regionais, como o CRJ.

No total a Delta investirá 3,4 bilhões de dólares no projeto, enquanto a Autoridade Portuária de Nova York, um órgão do governo, colocará 600 milhões de dólares. Os custos extras da obra serão bancados pela Delta, em acordo assinado previamente em junho. A construção do novo terminal em La Guardia será concluída até 2021 pela Delta.

 

O Aeroporto LaGuardia

O La Guardia atualmente movimenta mais de 31 milhões de passageiros por ano, o local conta com duas pistas de 2100 metros, mas elas não são paralelas.

O Aeroporto é o terceiro mais movimentado de Nova York, e o 20º considerando todo os EUA. Seu destaque é ficar à poucas milhas do centro de Manhattan, se tornando uma boa opção para uma viagem a trabalho.

 

DEIXE UMA RESPOSTA