United Airlines

Com o anúncio da maior encomenda após o inicio da pandemia e consequentemente da crise no setor, a United quer contratar pelo menos 10 mil pilotos até pelo menos 2030, para coincidir com a entrega dos novos aviões.

Soma-se a essa conta também mais 25 mil funcionários para trabalharem nos Aeroportos e especialmente em Newark onde irá se concentrar a maior parte das operações. As novas contratações da United reforçam as pesquisas de que o cenário estaria mais favorável a partir de 2023.  

A United terá novos aviões a partir do próximo ano, além da modernização da frota, a empresa irá ampliar o número de funcionários gradativamente. 

“Isso é exatamente o que planejamos quando alcançamos nosso acordo de recuperação de pandemia líder do setor no ano passado e mantivemos os pilotos da United na propriedade, treinados e prontos para aproveitar as vantagens da rápida recuperação na demanda de passageiros.”

“Com a força de nossa rede, frota e remuneração do piloto, temos certeza de que a United continuará sendo o destino de escolha para os pilotos de linha aérea mais qualificados.” Disse Todd Insler, Presidente do Conselho da United.

Na manhã de ontem (29) a companhia norte-americana divulgou detalhes da compra: serão 200 Boeing 737 MAX, sendo 150 737MAX 10, o maior da família e que fez seu primeiro voo no dia 18 deste mês,  e o restante do modelo 737 MAX 8.

Já o contrato com a fabricante europeia Airbus compreende 70 aeronaves A321XLR, complementando um pedido de 50 unidades do modelo, elevando o total de aeronaves adquiridas da Airbus para 120. A compra de aeronaves divulgada hoje contempla um total de 270 aviões. 

DEIXE UMA RESPOSTA