United realiza primeiro voo transatlântico com as novos testes de Covid-19 para passageiros

Hoje, os clientes da United viajando no voo 14, partindo do Aeroporto Internacional Newark Liberty (EWR) para London Heathrow (LHR) foram os primeiros a experimentar o programa piloto de testes transatlântico para a Covid-19 gratuito da companhia aérea.

A companhia aérea disponibilizou testes rápidos a todos os passageiros com mais de 2 anos e a todos os tripulantes a bordo, gratuitamente, garantindo que todos no voo tiveram resultados negativos antes da partida.

“Esses voos são uma boa prova de conceito para governos de todo o mundo que estão considerando tornar os testes parte da experiência de viagem”, disse Toby Enqvist, diretor de clientes da United.

“Expandir nossos esforços de teste com programas piloto como este não só ajuda a garantir aos passageiros o teste negativo para COVID-19, mas também adiciona outro elemento à nossa abordagem em camadas para a segurança e demonstra uma maneira de trabalhar em quarentena para destinos internacionais importantes.”

O teste rápido Abbott ID Now COVID-19 – administrado pela Premise Health – foi oferecido no local em uma instalação de teste, localizada no Newark United Club próximo ao Portão C93. O teste continuará a ser usado com passageiros viajando no vôo 14 da United, com partida às 19h15, segundas, quartas e sextas-feiras nas próximas quatro semanas. Os clientes que reservarem esses voos terão a opção de confirmar sua disposição de participar do teste ou de serem acomodados em outro voo.

Os clientes que optarem receberão informações antes da viagem para agendar uma consulta de teste pelo menos três horas antes da partida do voo. Todos os clientes ainda estão sujeitos aos atuais requisitos de entrada no Reino Unido, incluindo a regra de quarentena de 14 dias.

Para obter mais informações sobre o programa de teste, visite united.com/covid-testing.


A United convidou governos de ambos os lados do Atlântico a observar esse programa piloto e avaliar sua eficácia como alternativa às quarentenas obrigatórias e às restrições de viagens. A United viu um impacto positivo na demanda de viagens e aumentos significativos nas taxas de ocupação do cliente, bem como na receita quando opções de teste estão disponíveis.

Antes da pandemia, a United operava seis voos diários entre Nova York / Newark e Londres Heathrow em um 767-300ER, oferecendo não apenas a maior frequência entre as companhias aéreas dos EUA, mas também a maioria dos assentos da classe executiva e da Econômica Premium. Clique aqui para ver imagens fotográficas e b-roll dos programas de teste COVID-19 da United Airlines.

Desde o início da pandemia, a United é líder entre as companhias aéreas dos EUA na adoção de novas políticas e inovações destinadas a manter os funcionários e passageiros seguros durante as viagens.

Foi a primeira companhia aérea dos EUA a impor máscaras para comissários de bordo, rapidamente seguida por todos os clientes e funcionários. A United também foi uma das primeiras companhias aéreas dos EUA a anunciar que não permitiria que clientes que se recusassem a cumprir a política de máscara obrigatória da companhia aérea voassem com eles, enquanto a política de máscara facial estivesse em vigor.

A United também foi a primeira companhia aérea dos EUA a implementar o check-in sem contato para clientes com bagagem e a primeira a exigir que os passageiros façam uma auto avaliação de saúde online antes de viajar.

Além disso, no mês passado, a companhia aérea anunciou que aplicará Zoono Microbe Shield, um revestimento antimicrobiano registrado pela EPA que forma uma ligação duradoura com as superfícies e inibe o crescimento de micróbios, em toda a sua linha principal e frota expressa antes do final do ano.

Para obter mais detalhes sobre como a United está ajudando a manter os clientes seguros durante suas viagens, visite united.com/cleanplus.

 

Via: United Airlines

DEIXE UMA RESPOSTA