F/A-18F Super Hornet realizando o segundo teste de disparo do AIM-120D-3. Foto: US Navy.

Na última quarta-feira feira (12) a Marinha dos EUA completou com sucesso o segundo teste de disparo com um AIM-120D-3 AMRAAM, nova atualização do míssil ar-ar guiado por radar ativo (tipo dispare e esqueça). 

O AMRAAM foi disparado de um caça F/A-18F Super Hornet na Área de Testes de Point Mugu, sobre a costa da Califórnia, percorrendo a rota de voo esperada de maneira. A análise preliminar fornecida pelo contratante principal, a Raytheon Missiles & Defense, indica que todos os objetivos primários e secundários do lançamento foram alcançados.

“Concluir os dois primeiros disparos de voo livre com hardwares e softwares atualizados é um marco significativo na fase de integração e teste do novo míssil AIM-120D-3”, disse o Coronel Sean Bradley, líder de material sênior do AMRAAM na Diretoria de Material da Força Aérea dos EUA.

“Esses sucessos são importantes para a execução geral do programa Form, Fit, Function Refresh (F3R); um programa implementado para lidar com um número crescente de desafios de produção devido à obsolescência de vários componentes eletrônicos dentro do AIM-120.

De acordo com o Comando de Sistemas Aéreos Navais (NAVAIR), o AIM-120D-3 atualizado fornecerá recursos avançados para melhorar a eficácia dos mísseis contra ameaças avançadas para a Força Aérea, Marinha e Parceiros Aliados. Neste evento, foram testados o piloto automático de separação segura do míssil e as capacidades de navegação de voo livre. 

Esse e o primeiro disparo, realizado em 09 de dezembro de 2020, são somente os primeiros de uma série de testes de voo de desenvolvimento que fornecem dados cruciais para avaliar a capacidade do míssil de adquirir, rastrear e orientar os alvos. Espera-se que o AIM-120D-3 de produção comece a ser entregue a partir de 2023. 

Em serviço desde 1991, o AIM-120 AMRAAM (Advanced Medium-Range Air-to-Air Missile) é o principal míssil ar-ar guiado por radar em uso no mundo, com mais de 4.900 disparos de teste e mais de 13 vitórias em combate ar-ar. 

F-15C Eagle disparando um míssil AIM-120 AMRAAM. Foto: USAF.

Via NAVAIR