Arte caça projetado pela Boeing F-15EX, que irá integrar a USAF juntamente com caças como os F-35A,F-22 Raptor e F-16 Falcon. Foto: Boeing

A USAF está fazendo uma solicitação de propostas de novos motores para o caça F-15EX (última versão do Eagle).

Até então já havia um escolhido, a GE Aviation, que iria fornecer 480 motores F110, mas cerca de dois meses após anunciar que a GE havia vencido a concorrência, a USAF voltou atrás e quer novas propostas.

A USAF recebeu uma proposta da fabricante Pratt & Whitney (P&W) que oferece os motores F100, mas estes seriam usados nas atuais frotas das versões C/D do F-15, já que os motores F100 não servem para os F-15EX.

Em um novo plano de motorização a USAF quer que ofertas competitivas para fornecer 461 motores para a nova versão do F-15 e a força aérea norte-americana quer o início das entregas para junho de 2023, e prevê que a produção seja concluída até 2030.

F-15EX Foto: Boeing

O F-15EX tem como objetivo substituir os F-15C/D da USAF. Outra decisão sobre a produção de uma nova versão do F-15, é que segundo informações o caça terá um custo mais baixo por hora de voo, em comparação ao furtivo F-35A.

O novo F-15EX vem com uma aviônica mais moderna e demais sensores da aeronave aprimorados.

A USAF opera hoje 239 caças F-15C/D, e pretende comprar 144 caças F-15EX. Há ainda a possibilidade de alguns caça F-15C/D se manterem na linha de voo e serem modernizados pela força aérea norte-americana.


 

Fonte de apoio: Flight Global/ Adaptações: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA