Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

A330 MRTT reabastecendo um E-7A Wedgetail, ambos da Força Aérea Real Australiana. Foto: Airbus.

O Comandante da Força Aérea dos EUA, General Charles Brown Jr., revelou que a USAF está considerando adquirir o Boeing E-7 Wedgetail como substituto do E-3 Sentry. 

“O E-7 é uma boa plataforma. É algo que estamos considerando”, disse o General durante a conferência anual da Associação da Força Aérea, na última terça-feira (21). Brown ainda disse que ele e sua equipe têm conversado com os chefes da Força Aérea Real Australiana (RAAF) e da Força Aérea Real do Reino Unido (RAF) sobre a aeronave. A RAAF opera seis aeronaves, ao passo que a RAF encomendou três. O modelo ainda opera na Força Aérea Turca e na Força Aérea Sul-Coreana, cada uma com quatro aeronaves. 

Baseado no 737NG, o E-7 é equipado com um radar de varredura eletrônica ativa (AESA) produzido pela Northrop Grumman. Chamado de MESA (Multi-role Electronically Scanned Array), o radar é montado em uma estrutura tipo barbatana na fuselagem do jato, ao contrário do domo rotativo do E-3. O MESA é capaz de rastrear 180 alvos e conduzir 24 interceptações simultaneamente, além de poder ser usado em missões de inteligência eletrônica. 

A USAF opera 31 E-3 Sentry, com uma idade média de 42,8 anos, de acordo com dados de frotas da Cirium. Brown diz que as taxas de capacidade de missão da frota de E-3 da Força Aérea, bem como o custo para manter a aeronave voando, estão sendo revisadas.

Em fevereiro, o comandante das Forças Aéreas do Pacífico, General Kenneth Wilsbach, disse que a idade média da frota E-3 estava tornando difícil para a USAF manter o modelo. Wilsbach defendeu a compra do E-7, mas na época Brown não quis comentar, dizendo que a aeronave precisava ser mais estudada. Brown diz que os estudos estão em andamento, mas o E-7 é atraente porque é uma “capacidade comprovada”. “Já está disponível”, diz ele. “É uma opção ser capaz de obter capacidade muito mais rápido do que se tivéssemos que começar do zero.”

E-3 Sentry sobrevoando Nevada. Foto: USAF.

DEIXE UMA RESPOSTA