A United Technologies (UTC) confirmou que chegou a um acordo para adquirir a Rockwell Collins em uma transação que pode valer até US$ 30 bilhões, assim a UTC se consolidará como um dos maiores fornecedores do setor aeroespacial no mundo.

A UTC disse em um comunicado que pagará aos acionistas da Rockwell Collins cerca de US$ 93,33 por ação em dinheiro, e US$ 46,67 em ações da UTC, isso para cada ação atual da Rockwell Collins. Dessa forma o patrimônio da Rockweel Collins aumentará em US$ 23 bilhões, considerando o valor atual.

A negociação deverá ser totalmente encerrada no terceiro trimestre de 2018, quando a UTC passará a deter totalmente o controle da Rockwell. Ainda há questões em aprovação por acionistas e órgãos regulatórios do setor financeiro.

O foco do negócio é a fusão tecnológica entre as duas empresas, a Rockwell é conhecida pelos aviônicos perfeitos que equipam as aeronaves mais modernas produzidas atualmente, além de uma linha que permite transformar totalmente a experiência de voo em aviões com instrumentos convencionais, a Pro Line Fusion.

A Rockwell Collins é responsável pelo fornecimento do sistema de aviônicos do Boeing 787 e do 777X, as duas aeronaves widebody da Boeing de nova geração, o 777X fará seu primeiro voo em 2019.

As vendas anuais das duas empresas somarão US$ 67 bilhões ao final deste ano, o valor ainda pode subir para US$ 68 bilhões em 2018, após a fusão completa. Já a UTC administra a fabricante de motores aeronáuticos Pratt & Whitney, além da empresa especialista em sensores de aviões, a United Technologies Aerospace Systems

No final de tudo a Rockwell Collins assumirá o nome Collins Aerospace Systems, o presidente da empresa também será alterado.