No dia 13 de novembro um Antonov An-124 da Volga-Dnepr, de matrícula RA-82042, teve um sério problema de motor enquanto estava realizando o voo VI-4066, de Novosibirsk (Rússia) para Viena (Áustria) com 14 pessoas e 84 toneladas de carga (peças automotivas) a bordo.

A tripulação levou a aeronave para um pouso na mesma pista de Novosibirsk, mas ultrapassou o final da pista no pouso em cerca de 200 metros.

No entanto, a história não acabou por aí, pois vamos ver como que conseguiram tirar o grande Antonov 124 (segundo maior cargueiro do mundo) do local onde ele parou após ultrapassar a pista.

Dois BREM-1, rebocando o An-124

No melhor estilo russo de resolver as coisas, foram levados até o aeroporto de Novosibirsk, Rússia, dois blindados BREM-1 que juntos conseguiram puxar o An-124. A operação de recuperação do An-124 aconteceu no último dia 27 de novembro.

Os precursores desta missão de reboque são os blindados BREM-1 que tem como objetivo reboque de veículos pesados. O projeto deles é baseado no tanque T-72, os blindados podem rebocar até 120 toneladas.

Essa operação com blindados não é uma novidade, o aeroporto de Domodedovo de Moscou, opera um BREM-1, no entanto, esse é pintado com cores que remetem que o veículo seja usado para emergências.

O vídeo abaixo mostra um BREM-1 em operação:


DEIXE UMA RESPOSTA