USAF MC DG Funk
MC DG, autor do funk "Abusadamente", compartilhou o vídeo da Força Aérea dos EUA.

Que o funk é um tipo de música extremamente popular no Brasil não é qualquer novidade. No entanto, o ritmo tem cada vez mais se espalhado ao redor do mundo pelas redes sociais. A música brasileira acabou chegando nas relações públicas da Força Aérea dos EUA (USAF), que usou um funk em um vídeo no Instagram. 

O vídeo, publicado na última quarta-feira (20), tem como trilha sonora a música “Abusadamente” do cantor MC DG. O funk embala o reels com imagens de diversas aeronaves da instituição, como os stealth B-2 e F-35 Lightning II, o septuagenário B-52 Stratofortress e o lendário jato de ataque ao solo A-10 Thunderbolt II.

 

O autor da música MC DG parece ter gostado da publicação da Força Aérea Estadunidense e compartilhou o vídeo da instituição norte-americana: “Tá mas olha onde minha música foi para [sic]”, escreveu o artista. DG também notou que a conta oficial da USAF está entre as que visualizaram suas publicações na rede social.

A música “Abusadamente” foi lançada em 2017 e tem mais de 431 milhões de visualizações no YouTube. A postagem da USAF já tinha mais de 18,280 curtidas e 282 mil visualizações até a tarde desta sexta-feira.

 

Dentre os mais de 780 comentários, boa parte são de contas brasileiras. “Departamento de social media só tem BR”, escreveu um internauta. “Antigamente eles lançavam apenas mísseis e bombas, agora lançaram a BRABA”, brincou outro. MC DG também se fez presente na seção de comentários, agradecendo por escutarem sua música. 

Divulgação de exercício militar

Na postagem, a USAF diz que as imagens mostram uma variedade de aeronaves participando do exercício Agile Tiger, cuja primeira edição foi concluída neste mês na Base Aérea de Whiteman, no Missouri. A organização é sede da frota de bombardeiros stealth B-2A Spirit, o avião mais caro já construído pelos EUA. 

O treinamento contou com a participação de vários modelos como os aviões-tanque KC-10 Extender, KC-135 Stratotanker e KC-46 Extender, helicópteros UH-60 Black Hawk, jatos de caça e ataque A-10 e F-35, bombardeiros B-1B Lancer, B-2A e B-52 e o avião-radar E-3 Sentry. 

B-2 USAF Exercício funk
Bombardeiro B-2 durante o exercício Agile Tiger. Foto: Airman 1st Class Victoria Hommel.

“O exercício melhorou a capacidade dos participantes de se comunicar, colaborar e operar juntos, garantindo a unidade de esforços em toda a força conjunta”, diz a USAF em comunicado

Ao longo de quatro dias, 15 unidades da ativa, da Reserva e da Guarda Nacional de todo o Departamento de Defesa dos EUA (DoD) colaboraram em vários espaços aéreos do DoD, compostos de milhares de quilômetros quadrados, em todo o Centro-Oeste para treinar. Aeronaves e outras unidades de apoio foram lançadas diariamente de seis bases para participar de missões de treinamento de interoperabilidade.

O Exercise Agile Tiger testou a imprevisibilidade operacional através dos conceitos de Agile Combat Employment (ACE). A aplicação dos conceitos da doutrina ACE ao treinamento cria uma força conjunta adaptável e preparada para deter adversários com credibilidade, garantir aliados e parceiros e estar preparado para os desafios de amanhã, explica a Força Aérea.