O Su-30SM Flanker-C da Força Aérea Russa com o F-35A italiano. Imagem: @fighter_bomber_/Captura de tela.

Dois F-35A Lightning II da Força Aérea Italiana interceptaram e acompanharam um cargueiro russo Antonov An-12 que era escoltado por pelo menos um caça Sukhoi Su-30SM Flanker-C da Força Aérea Russa na costa da Estônia. As imagens da interceptação foram compartilhadas pelo perfil @fighter_bomber_ no Instagram. Até o momento não se sabe quando a ação ocorreu. 

Nas imagens gravadas de uma aeronave An-12 é possível ver o Su-30SM de dois assentos voando ao lado do caça stealth da Aeronáutica Militar Italiana (AMI). O caça russo pode ser visto armado com um míssil de médio-alcance R-27T/ET, guiado por calor (infravermelho), além de pods de contramedidas eletrônicas L005 Sorbstiya nas pontas das asas, fora o canhão GSh-30-1 de 30mm. 

Segundo o The Aviationist, os caças italianos pertencem ao 13º Gruppo do 32º Stormo, unidade com sede na Base Aérea de Amendola. Os F-35A da AMI chegaram à Estônia no dia 30 de abril, assumindo a Missão de Policiamento Aéreo Báltico da OTAN no dia 03 de maio.

Os caças voam o serviço de QRA (Quick Reaction Alert) com um par de mísseis de médio/longo-alcance AIM-120C AMRAAM e Lentes Luneburg, que aumentam o retorno radar da aeronave para não revelar sua verdadeira capacidade furtiva. Essa é a primeira vez que o Policiamento Aéreo no Báltico é realizado por caças de Quinta Geração. 

O F-35A da Itália é visto de dentro do Su-30SM russo. Imagem: @fighter_bomber_.

Segundo o perfil @IntelWalrus no Twitter, a interceptação ocorreu sobre o Mar Báltico perto de Talin, capital da Estônia. 

No dia 14 de maio a OTAN informou que um An-12 foi interceptado por dois F-35 da AMI. O The Aviationist também destaca que é estranho o fato de um An-12, um simples avião de carga estar sendo escoltado, “a menos que, eles sabiam que a OTAN enviaria os F-35 e queriam que o encontro ocorresse.”