Ka-52 HUD Rússia Ucrânia
Imagens do ponto de vista do piloto mostram ataque com Ka-52 e subsequente pouso forçado.

Imagens divulgadas nesta sexta-feira (18) pela Rússia mostram o ataque o ataque e o pouso forçado de um helicóptero Ka-52 da Aviação do Exército contra um aeroporto na Ucrânia. 

No vídeo, gravado a partir da visão do piloto, é possível ver o emprego de foguetes S-8 de 80mm e do canhão lateral 2A42 de 30mm contra tropas ucranianas em solo. Aos 40 segundos do vídeo, o piloto da aeronave dispara os flares e em seguida começa o pouso forçado da aeronave após ser atingido. 

Os dois tripulantes então saem do helicóptero armados com fuzis e estabelecem um perímetro de defesa ao redor do Ka-52.

No Head Up Display do helicóptero é possível identificar que foram usados 36 dos 40 foguetes carregados no helicóptero. Quatro foguetes ainda restam nos pods no momento do pouso.

HUD KA-52 S-8
Detalhe no HUD identifica quantidade de foguetes de 80mm disponíveis.

Não se sabe se o que forçou o Ka-52 a pousar no campo foi o impacto de um míssil antiaéreo portátil (MANPADS) ou munições de armas de fogo. Conforme o Ministério da Defesa, a aeronave “foi alvejada 18 vezes a partir do solo”. 

A tripulação realizou um pouso de precaução e organizou uma defesa de perímetro mantendo-o até a chegada do segundo grupo de ataque.”

O órgão não informou quando e onde as imagens foram registradas, limitando-se a dizer que o vídeo mostra uma operação de pouso tático da Aviação do Exército em um aeroporto na Ucrânia. 

Ka-52 Rússia
Helicópteros de ataque Kamov Ka-52 Alligator. Foto: Ministério da Defesa Russo.

Segundo a postagem, helicópteros Ka-52 e Mi-24 conseguiram detectar e destruir as posições de MANPADS, veículos blindados e sistemas de defesa aérea das Forças Armadas da Ucrânia, sem qualquer perda do lado russo. 

De acordo com informações do portal Oryx, que tem documentado as perdas de veículos da Rússia e Ucrânia de forma independente, Moscou já perdeu seis Ka-52 Alligator durante a invasão ao país vizinho. Quatro foram destruídos e dois foram danificados e abandonados. Ao todo, os russos já perderam 1525 veículos desde o início da guerra em 24/02.