Su-35S Flanker-E R-77 mísseis
Su-35S armado com mísseis quatro mísseis R-73 e quatro mísseis R-77.

Circula pelas redes sociais um vídeo mostrando um caça Sukhoi Su-35 Flanker-E das Forças Aeroespaciais da Rússia (VKS) empregando mísseis ar-ar R-77-1 contra alvos ucranianos. 

Segundo fontes russas, as imagens foram divulgadas no dia 01 de junho e mostram o avançado avião russo atacando aeronaves da Ucrânia no oblast de Kharkov, região nordeste do país invadido. 

O vídeo 45 segundos mostra a gravação do HUD do caça enquanto dispara três mísseis. O instrumento apresenta dados básicos, como altitude, velocidade e rumo, e a simbologia específica do míssil e informações sobre o alvo.

Os mísseis foram disparados a 60 km do alvo, a uma altitude de 10 mil metros e velocidade de Mach 1.1 (cerca de 1358 km/h). Após os disparos, o Su-35 manobra pra sair do local. Autoridades russas não confirmaram se o vídeo foi gravado na Ucrânia nem reclamaram qualquer abate.

Desenvolvido e fabricado pela Vympel, o R-77 é equivalente ao AIM-120 AMRAAM norte-americano. Guiado por radar ativo, o armamento tem um alcance de até 110 km e foi feito para complementar e substituir os mísseis R-27 mais antigos (mas que seguem em uso pela Rússia).

O R-77 é designado AA-12 Adder pela OTAN e comercializado como RVV-SD, sendo empregado por 16 países, entre eles Índia, Venezuela, Vietnã e Peru. 

O AA-12 começou a ser usado pela Rússia em 2015 e está entre os armamentos mais modernos disponíveis para o Su-35, que pode carregar até 16 destes mísseis com uso de cabides duplos.