Vietnã suspende atividades de 27 pilotos do Paquistão, que voam no país

Nesta terça-feira (30/06) o Vietnã seguiu os passos do Paquistão, e suspendeu as atividades de 27 pilotos de origem paquistanesa, após o escândalo de licenças falsas para pilotos de aviões.

Esses pilotos trabalham em companhias nacionais como a Vietnam Airlines, a VietJet e a Bamboo Airways.

De acordo com a CAAV (Administração de Aviação Civil do Vietnã), as licenças desses pilotos agora serão analisadas. Caso não tenha divergências, os pilotos serão liberados para exercer a sua função normalmente.

“Todos os pilotos são de nacionalidade paquistanesa e licenciados no país. Esses pilotos estão trabalhando em várias companhias aéreas do Vietnã”, disse à Agência de Notícias do Vietnã, a Administração de Aviação Civil do Vietnã (CAAV).

Em uma declaração relacionada ao acidente com um Airbus A320 da Pakistan Internacional Airlines (Clique Aqui para saber mais), o Ministro de Aviação do Paquistão disse que cerca de 40% dos pilotos do país têm licenças inválidas.

Pelo menos 262 do total de 860 pilotos ativos do Paquistão não fizeram exames adequados, ou não renovaram seus brevês de pilotagem de acordo com normas da ICAO.

 

DEIXE UMA RESPOSTA