Foto - Via Avianca

A concessionária do Aeroporto de Salvador, Vinci Airports, conseguiu um bloqueio das contas bancárias da Avianca Brasil, após recorrer na 18ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo de uma dívida de R$ 2,2 milhões.

A dívida da Avianca com a Vinci Airports é totalmente de taxas de embarque, que deveriam ser repassadas mensalmente para a concessionária do aeroporto, mas não estavam sendo pagas enquanto a Avianca Brasil operava voos no local.

A justiça determinou que se não houver saldo na conta da Avianca Brasil para quitar a dívida, a concessionária pode penhorar bens da companhia aérea, como forma de ressarcir o valor devido.

As contas da Avianca Brasil devem ficar judicialmente congeladas até o pagamento da dívida ser realizada. Durante a disputa da Vinci Airports com a Avianca Brasil, quando a companhia ainda operava voos, a concessionária chegou a ameaçar o cancelamento dos voos da companhia.

É possível que a decisão da justiça também seja refletida em outros processos, a Avianca também acumula dívidas com concessionárias de outros aeroportos, como a GRUAirport, que reportou o valor de 25 milhões de reais somente em taxas de embarque.