Virgin Atlantic demite 3150 funcionários e retira seus Boeing 747

Virgin Atlantic

A Virgin Atlantic anunciou hoje (05/05) uma série de mudanças para enfrentar os impactos da atual crise.

A companhia vai concentrar boa parte dos seus voos no Aeroporto de Heathrow, ainda em Londres, mas abandonando as operações no Aeroporto de Gatwick.

No entanto, a Virgin diz que “tem a intenção de manter seu portfólio de slots em Londres Gatwick, para que possa retornar à demanda dos clientes”.

Outra mudança é a aposentadoria imediata do Boeing 747-400, antes a empresa esperava receber mais aviões Airbus A350-1000 para substituir o jumbo. Desta forma, a Virgin Atlantic abandona de vez as operações com a aeronave que iniciou seus voos.

E para piorar, a companhia precisará cortar 3150 funcionários do seu quadro de colaboradores. Devido a sua redução de tamanho, e no final para economizar dinheiro.

O CEO da Virgin Atlantic, Shai Weiss, declarou: “Gostaria que não fosse o caso, mas teremos que reduzir o número de pessoas que empregamos. O comprometimento de nosso povo durante esta crise não foi nada além de surpreendente e a personificação do verdadeiro espírito da Virgem. Enquanto passávamos pela crise do Covid-19, fui humilhado a cada passo por sua solidariedade. Em tempos de adversidade, devemos nos apoiar para que, finalmente, possamos emergir uma Virgin Atlantic mais forte e melhor.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA