Virgin Atlantic irá postergar entregas de aeronaves da Airbus

A Virgin Atlantic vai atrasar algumas entregas das aeronaves da Airbus. As aeronaves são da compra direta com a fabricante europeia, e talvez as da empresa Air Lease Corporation também sejam adiadas.

A empresa de leasing não possui nenhuma aeronave em operação na Virgin, mas ainda tem varias entregas de aeronaves widebody. A Air Lease demonstrou interesse no futuro da companhia aérea, tendo participado de toda a reestruturação da Virgin.

A companhia britânica entrou com pedido de proteção contra falência no capitulo 15 nos EUA. E no atual momento, está se preparando para grandes mudanças na sua administração, frota e finanças.

“Não temos nenhuma aeronave naquela companhia aérea hoje. No entanto, temos aeronaves widebody programadas para entrega futura até 2024. Como tal, a ALC tem participação total na reestruturação e esperamos que essas aeronaves entreguem conforme planejado, pois a companhia aérea considera nossa nova aeronave parte integrante de suas metas de recuperação e sustentabilidade ambiental.” Disse o CEO e Presidente John Plueger.

Embora o Presidente Plueger tenha declarado que as entregas seguiriam conforme planejado, ele também observou que alguns pedidos de adiamento foram feitos. Pressionado quanto ao assunto, o Presidente Executivo do Conselho, Steve Udvar-Hazy, esclareceu que algumas das entregas haviam atrasado. 

“… Algumas de nossas entregas foram reprogramadas. Mas, o mais importante, suas compras diretas foram reprogramadas para prazos posteriores, o que significa que a companhia aérea tem que pagar menos em depósitos de entrega de taxas para a Airbus e, portanto, eles podem proteger sua posição de liquidez de caixa. ”

A Virgin tem pedidos de 14 aeronaves Airbus A330neo com mais seis opções de compra. As entregas eram previstas para começar em 2021, mas provavelmente será adiado.


Ao mesmo tempo, a companhia aérea tem mais oito A350-1000 encomendados da Air Lease. Embora possam ser entregues mais tarde do que o planejado originalmente, eles ainda chegarão antes do A330neo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA