A Virgin Australia realizou uma conversão das suas encomendas para o Boeing 737 MAX, e agora vai operar no futuro com 10 aeronaves 737 MAX 10, a maior opção dessa família da aviões.

A companhia ainda continua com mais 30 encomendas para o 737 MAX 8, totalizando 40 encomendas para o 737 MAX.

Enquanto isso a Virgin espera receber o primeiro Boeing 737 MAX somente em 2022, pouco depois da Boeing entregar a primeira unidade para um cliente. Já o primeiro 737 MAX 8 será entregue para a companhia em 2019.

A finalidade da companhia ao encomendar o 737 MAX 10 é possibilitar uma maior flexibilidade à frota de aeronaves, e também melhor aproveitamento em aeroportos com restrições de slots e alta demanda.

No total a Virgin Australia opera atualmente com 133 aviões, sendo 80 deles do modelo 737-800.