Nesta quarta-feira a Virgin Orbit, pertencente ao Richard Branson, realizou o primeiro lançamento do foguete LaucherOne no deserto de Mohave, com o auxílio de um Boeing 747-400 adaptado exatamente para essa missão.

Conjuntamente um Boeing 747-400, de matrícula N744VG, que já pertenceu a uma companhia aérea do Grupo Virgin, e adaptado exatamente para isso, também entrou em testes, para avaliar se é possível lançar pequenas cargas em voo.

Durante o voo a aeronave fez diversas órbitas, para manter um ponto fixo, e atingiu a altitude de 30000 pés, quando o foguete se separou do jato. O vídeo abaixo mostra exatamente este momento.

O foguete é só uma carcaça de protótipo, e preenchido com água e anticongelante para simular o peso do combustível. O voo durou aproximadamente uma hora.

Dan Hart, presidente-executivo da Virgin Orbit, disse à Reuters que o teste foi um evento “crucial” no caminho da empresa para tornar o lançamento de satélites orbitais “quase rotineiro”. “Este teste nos coloca em uma postura de pré-lançamento”, disse Hart.


O foguete caiu como planejado no Deserto de Mojave, nos Estados Unidos, enquanto o avião, apelidado de Cosmic Girl, continuou em sua rota de voo, pousando em um aeroporto do local.

O planejamento da Virgin Orbit é começar ainda neste ano a lançar satélites de baixo peso. Os testes com o foguete em funcionamento real devem começar em breve.
 
Veja a decolagem no vídeo abaixo: