Você já conhece o Boeing 737-700 executivo que a Ryanair opera? A aeronave voou também no Brasil

Foto: Ryanair

Quando se fala em Ryanair, logo se pensa em milhares de 737-800 e com serviço bem mais enxuto. A companhia tem seu negócio voltado para tarifas extremamente baixas com o serviço mais simples possível. O Grupo Ryanair possui mais de 400 aeronaves, mas a companhia irlandesa tem 268 aeronaves, sendo 267 737-800 e 1 737-700.

Isso mesmo, a Ryanair possui 1 único Boeing 737-700 e ele não possui os padrões dos outros 737-800. Pode parecer estranho mas esse 737-700 possui uma configuração totalmente executiva, com configuração em 2×2 assentos e bem mais confortáveis. 

A única aeronave é utilizada somente para voos fretados ou executivos que precisam de mais privacidade. A capacidade é de até 60 passageiros, os assentos são revestidos com couro e possuem ajuste de cabeça e reclinam mais. O que já o torna 100% diferente dos padrões usados nos 737-800 para voos regulares.

Ryanair, Corporate Jet, Boeing 737
Foto: Ryanair

A tripulação para esses voos são os mesmos dos voos regulares, são geralmente escalados com antecedência por se tratar de um serviço diferenciado. Nesses voos executivos ou fretados, a Ryanair oferece pacote de serviços de bordo de acordo com que o cliente deseja e com o número de passageiros a bordo.

O pacote bronze custa € 15 por passageiro, oferece bebidas quentes e lanches quentes. O pacote prata custa € 25 por passageiro e oferece um café da manhã quente mais completo ou uma refeição fria com as bebidas e não é ofertado bebidas alcoólicas. Pacote ouro, oferece todas as refeições quentes ou frias, doces e bebidas incluindo alcoólicas, este pacote custa € 45 por passageiro.

A companhia oferece o serviço executivo a qualquer cliente que deseja um voo mais reservado pagando mais pelo voo. Recentemente, a Ryanair transportou um time de Rugby da Itália para Cardiff para a realização de uma partida.

Quando não está operando voos fretados, o 737-700 é utilizado para treinamento de tripulações. Realiza voos de seu hub a outra cidade para que a tripulação passe pelo treinamento em voo completo.


O único 737-700 da frota está operando com a matrícula EI-SEV, com 21 anos de idade. Está aeronave passou pela Azzurra Air, que foi a empresa que o recebeu. E maio de 2002 a aeronave voou na brasileira Rio-Sul como PR-SAE, logo após em 2004 voou na Maersk Air. Ainda voou pela Sterling Airlines, Aires e LAN Colômbia, antes de chegar a Ryanair em 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA