Crédito: NASA / JPL-Caltech

A NASA informou que a nave Voyager 2, que está a cerca de 18,5 bilhões de quilômetros da Terra, teve problemas técnicos no espaço interestelar. O ocorrido aconteceu no último sábado, dia 25.

De acordo com a agência espacial dos EUA a Voyager não fez uma manobra programada no qual a mesma teria que fazer um giro de 360º para que assim fosse possível calibrar seu magnetômetro interno. E como isso não foi possível, acabou por ter dois sistemas ligados ao mesmo tempo, provocando um consumo excessivo de energia.

Como medida de segurança, a nave acionou seu modo de emergência, que consiste em desligar os instrumentos que mais consomem energia.

A equipe responsável pela Voyager 2 levou vários dias para fazer uma avaliação dos problemas, isso devido à distância de comunicação entre a Base da Nasa e a Voyager, sendo que o sinal viaja na velocidade da luz e leva cerca 17 horas para a informação emitida da Terra chegar na sonda. 


A distância de 18,5 bilhões, é um desafio para a equipe. Como resultado os engenheiros da missão precisam esperar cerca de 34 horas para descobrir se seus comandos tiveram o efeito desejado na espaçonave.

A Voyager 2 foi lançado no espaço em 1977 e da mesma forma como sua irmã (Voyager1) tem a missão de vagar pelo espaço para explorar. As naves levam armazenadas curiosidades da terra, como certas culturas, histórias e músicas param caso encontre demais vidas pelo universo. As duas espaço naves são os objetos humanos mais distantes do sistema solar.

 

Fonte de apoio: NASA/Adaptações: Aeroflap

 

DEIXE UMA RESPOSTA