Foto - Infraero

Desde o início de agosto, o Aeroporto Internacional de Cuiabá/Marechal Rondon-Várzea Grande (MT) conta o uma nova rede de Wi-Fi gratuita por até uma hora, para todos os usuários que passam pelo terminal.

A facilidade faz parte do contrato firmado entre a Infraero e a empresa norte-americana Boingo Wireless, que opera as redes com a Ziva, empresa latino-americana de infraestrutura sem fio, reconhecida por suas soluções flexíveis de hardware e software. As duas empresas foram selecionadas para o serviço após a apresentação de uma oferta conjunta à licitação conduzida pela Infraero.

A solução pretende atender à demanda por conectividade do passageiro com maior velocidade e qualidade durante a espera do voo. Os anúncios com a novidade já estão em todo o terminal que tem capacidade para receber 5,7 milhões de passageiros ao ano.

Somente em 2017, a movimentação no complexo foi de 2,8 milhões de viajantes, entre operações de embarques e desembarques. Até julho de 2018 já passaram pelo aeroporto quase 1,8 milhões de passageiros.

Os viajantes contam com um Wi-Fi gratuito e rápido patrocinado por anunciantes, mas para quem necessitar de velocidades ainda maiores há a opção de assinaturas da Boingo, nas modalidades de um dia ou mensal. O serviço será implantando em todos os 54 aeroportos administrados pela Rede Infraero até 2020.

Além de Cuiabá, a rede Wi-Fi já está no ar nos terminais de Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Recife (PE) e Curitiba (PR).

Com cinco companhias aéreas (Avianca, Azul, Gol, Latam e Asta) operando no terminal, os principais destinos dos voos que partem de Cuiabá são: Brasília (DF), Goiânia (GO), Rio de janeiro (RJ), São José do Rio Preto (SP), Vilhena (RO), Jí-Parana (RO), Porto Velho (RO), Belém (PA), Rondonópolis, Tangará da Serra, Juína, Juara, Sorriso e Alta Floresta (MT), Guarulhos, Congonhas e Campinas (SP), além das conexões.