Wizz Air Hungria
Foto: Wizz Air

Passada a crise que a pandemia causou na aviação, companhias aéreas voltam a olhar para o futuro com grandes expectativas assim como a Wizz Air. A empresa de baixo custo está otimista e planeja grandes contratações.

Atualmente a Wizz Air conta com uma frota de 127 aeronaves da família Airbus A320, tanto A320ceo e neo além das versões A321ceo e neo. A companhia de baixo custo da Hungria conta ainda com um A330-200F.

Durante a Pilot Expo 2022 em Berlim, a Wizz Air revelou que seus planos até 2030 serão de ampliar a frota em mais de 500 aeronaves para todas as subsidiárias do grupo.

Para tamanha expansão, a companhia aérea vai contratar mais de 20 mil novos funcionários, dentre eles, mais de 6 mil pilotos e 13 mil comissários de bordo. 

“O plano é crescer três vezes em apenas nove anos e não é apenas um sonho, esse é um dos KPIs que temos para entregar. Para nossa equipe de recrutamento, isso significa que temos que recrutar uma pessoa a cada hora, o que representa nossa meta de 2.000 novos funcionários por ano”, disse Danecka-Latka, chefe de recursos para tripulação.

“Como precisamos de muitos novos pilotos e muitos novos membros da tripulação de cabine se juntando às nossas operações, é para isso que estamos nos preparando. Atualmente temos 42 bases em todo o mundo e estão localizadas em 18 países. Portanto, há um grande número de locais que um piloto ou um membro da tripulação de cabine podem ser designados”. Completou.

Os investimentos para ampliar a frota e atender mais destinos poderá chegar a 15 milhões de dólares até 2030. 

A Wizz Air conta com subsidiárias no Reino Unido e também em Abu Dhabi, além da matriz sediada na Hungria.  

 

Com informações do AeroTime.