Aeroporto de Florianópolis. Foto - SAC/Divulgação

A Zurich Airport assumiu na última quarta-feira (03/01) a administração do Aeroporto de Florianópolis, anteriormente administrado pela estatal Infraero.

Até o final da concessão, a Zurich Airports pagará o total de R$ 241 milhões para o Governo Federal. O lance mínimo do leilão era de 25% do valor total da outorga, que no caso do aeroporto de Florianópolis era de R$ 53 milhões. A oferta vencedora foi de R$ 83 milhões representando um ágio de 58% sobre o valor estipulado para a oferta mínima.

Assim como nos outros aeroportos, os primeiros anos de administração do Aeroporto de Florianópolis pela Zurich Airport serão de muitas obras. Ao todo a concessionária vai investir R$ 500 milhões na primeira fase de ampliação.

O investimento poderá chegar ao valor total de 960 milhões de reais, o foco do aeroporto por enquanto é totalmente turístico, sem previsão de servir como um hub regional da região Sul do país.

A Zurich Airport também faz parte do consórcio que opera o Aeroporto de Confins (MG) desde 2014, e que recentemente concluiu as obras de expansão do aeroporto mineiro, de uma forma bem mais lenta.

Em outubro a Zurich Airports tinha apresentado a nova marca do Aeroporto de Florianópolis, que agora se chamará Floripa Airport, em linha com o apelido da cidade, chamada diversas vezes de Floripa pelos turistas.

A logo também ressalta a Ponte Hercílio Luz, um símbolo que liga a parte continental de Florianópolis com a ilha.

 

Obras

As obras que serão realizadas no Aeroporto de Florianópolis pela concessionária já foram apresentadas anteriormente aqui na Aeroflap, em outubro de 2017. O baixo valor de concessão do local é explicado devido ao fato do Aeroporto precisar de um novo terminal de passageiros.

A construção do novo terminal será iniciada ainda neste mês, e será concluída em outubro de 2019. De acordo com a concessionária o novo local terá dois andares, com pé direito alto, um espaço de embarque e desembarque separado, com 10 pontes de embarque fixas e novas tecnologias de gerenciamento. Haverá uma expansão no número de lojas e restaurantes/lanchonetes.

O novo terminal será completado com um estacionamento para 2530 carros. Esse novo terminal custará no total 500 milhões de reais, juntamente com as adequações na pista de taxiamento e no pátio de aeronaves, esse valor significa mais da metade do investimento total previsto para o aeroporto, uma rápida mudança que justifica a menor outorga já paga em um aeroporto de grande movimentação no Brasil.

Além disso a concessionária fará uma ampliação da pista de pousos e decolagens e do pátio de aeronaves.

Para efeito de comparação, o atual terminal, que não nem com pontes de embarque cobertas, e será substituído por um novo layout em padrão linear, com 10 pontes de embarque cobertas, os famosos fingers. Ainda haverá mais 6 posições remotas para aeronaves da aviação comercial no pátio do aeroporto.

 

Veja o vídeo abaixo do batismo que inaugurou as operações no local: