Foto - Infraero/Divulgação

O Aeroporto Internacional de João Pessoa – Presidente Castro Pinto (PB) recebeu a certificação operacional, concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A certificação atesta a capacidade operacional do terminal e seu funcionamento de acordo com os pareceres de segurança e excelência estabelecidos pelos órgãos da aviação civil nacional e internacional.

Para o superintendente do aeroporto, Roberto Germano, a obtenção do certificado operacional é fruto do trabalho de todos os funcionários do aeroporto. “Essa conquista é de todos os funcionários do terminal, que trabalharam em conjunto e com muito esforço em parceria com a Anac para obter esse atestado”, afirmou. “Com a certificação, o Aeroporto de João Pessoa reforça seu compromisso com a segurança e a qualidade das operações aeroportuárias”, acrescentou.

O documento é exigido pelo Regulamento Brasileiro de Aviação Civil 139 (RBAC), com as avaliações seguindo a orientação da Organização Internacional de Aviação Civil (OACI). A portaria que concedeu o Certificado Operacional ao terminal paraibano foi publicada na edição do Diário Oficial da União de 22 de dezembro de 2017.

 

O aeroporto

Com 60 anos de operações, o Aeroporto de João Pessoa tem capacidade para receber 2,3 milhões de passageiros por ano.

O terminal recebeu entre 2016 e 2017 investimentos em melhorias, como uma nova área de check-in, a instalação de novas esteiras da sala de desembarque e a cobertura no estacionamento.

Atualmente, o aeroporto conta com voos para Buenos Aires, capital da Argentina, Campinas e Guarulhos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Recife (PE) e Brasília (DF).

This post is available in: pt-brPortuguês