Foto - Infraero/Divulgação
Foto – Infraero/Divulgação

O Aeroporto Santos Dumont funcionará em horário excepcional no período de maior movimentação aérea no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos Rio2016, de 3 a 23 de agosto: a aviação comercial vai operar das 6h às 23h59; já a aviação executiva e os táxis-aéreos poderão operar também na madrugada, das 22h30 até as 5h59. Terminado este período, o aeroporto voltará a funcionar em seu horário normal, de 6h às 22h30.

Com a ampliação do horário, o Santos Dumont poderá movimentar 70 mil passageiros a mais que o normal. São cerca de 214 movimentos diários (chegadas e partidas) a mais de aeronaves. Em 21 dias de operação especial, a estimativa é que um total de 4,5 mil pousos e decolagens extras sejam realizados no terminal da capital olímpica.

Além de reduzir possíveis impactos meteorológicos nas operações, a ampliação do horário de funcionamento do Santos Dumont vai proporcionar maior capacidade operacional para atender à grande movimentação aérea que a Olimpíada trará ao Rio. Também facilitará a mobilidade urbana dos passageiros, uma vez que o terminal se localiza no centro da cidade.

O secretário Executivo da Secretaria de Aviação, Guilherme Ramalho, esteve nesta segunda-feira no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), no Rio de Janeiro, para apresentar a operação aérea nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos e anunciar a ampliação do horário de funcionamento do Santos Dumont. “Essa medida só vai agregar ao sistema aeroportuário do Rio de Janeiro. Mais do que isso, quem vier ao Rio terá uma excelente impressão quando chegar ao Santos Dumont. O aeroporto tem passado por uma revolução silenciosa, melhorou muito e está entregue”, afirmou Guilherme Ramalho.

A ampliação também reduzirá o impacto sobre o Galeão, o aeroporto referência dos Jogos, permitindo que as chegadas e partidas dos passageiros sejam mais equilibradas, o que reduz o risco de atrasos, especialmente devido à alta demanda de passageiros como se prevê durante um evento de grande atração.

O megaevento olímpico irá trazer ao Brasil delegações de 206 países e mais de 100 chefes de Estado. Ao todo 39 aeroportos estarão envolvidos na operação especial do setor, todos localizados nas cidades-sede ou a até 200 km delas.

 

Via – Secretaria de Aviação Civil

COMPARTILHAR