A Azul S.A. anunciou os resultados resultados prévios de tráfego de novembro de 2017 para a sua companhia aérea base, a Azul Linhas Aéreas.

No mercado doméstico a companhia registrou alta de 4,6% no tráfego de passageiros, com oferta crescendo 2,9% no mesmo período, por conta disso a taxa de ocupação subiu para 80,9%, obtendo crescimento de 1,3 p.p.



Já no mercado internacional a Azul conseguiu uma ampla consolidação. Com o aumento de 45,5% na oferta, a companhia conseguiu também um crescimento de 36,8% no número de passageiros transportados, mas essa defasagem fez sua taxa de ocupação no mercado internacional cair de 92,3% para 86,9%.

Esse aumento substancial foi causado ao longo do ano através da incorporação de duas aeronaves Airbus A330 que estavam operando pela TAP temporariamente, além da ampliação do mercado na América Latina com voos realizados por jatos menores, como o Embraer E195 e o Airbus A320neo. Esses voos não existiam em 2016.

No geral o tráfego de passageiros (em RPK) aumentou 10,2% em relação a novembro de 2016, frente a um aumento de 9,4% na oferta de assentos (ASK). Como resultado, a taxa de ocupação foi de 82,1%, um aumento de 0,5 pontos percentuais comparado com o mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, a taxa de ocupação aumentou 2,3 pontos percentuais em relação ao ano passado, totalizando 81,9%. No mercado doméstico, a taxa de ocupação foi de 80,1% e no internacional foi de 89,9%.

Todos esses dados são apresentados comparando com o mesmo período de 2016.