A Boeing terá de realizar um recall de assentos do 787 nos próximos 3 anos, para cumprir uma medida de FAA. No mesmo documento a agência federal de aviação americana cita um caso que ocorreu com um comandante da aeronave, em que seu assento soltou o regulador de ajuste horizontal e causou a mudança de posição quando estava realizando o procedimento de pouso.

Cada substituição e readequação dos assentos custará entorno de US$ 15141, e deverá ser feita em até 3 anos pelas companhias e a fabricante. Uma investigação realizada pela FAA indicou um erro de design nos assentos para pilotos, de acordo com o documento da FAA “Os pinos de embreagem pode soltar-se, virar e forçar a separação da placa de embreagem, resultando em um desbloqueio do assento que pode ser em degraus ou não.”

Além dos assentos que terão substituição dentro de 3 anos, a FAA exigiu que os operadores analise os assentos da tripulação a cada 1000 horas de vôo. A substituição pode custar  US$ 30282 e necessita de duas horas com aeronave em solo.

COMPARTILHAR