A divisão de serviços da Boeing está ampliando a sua atuação na América Latina a partir do anúncio de novos acordos com GOL Linhas Aéreas e Aeroméxico, duas das principais companhias operando na região. A companhia brasileira fará uso do Airplane Health Management (Gestão de Saúde de Aeronave) em sua frota de 737 MAX, enquanto que a companhia mexicana acrescentará o programa de troca de trem de pouso em seus aviões 787 Dreamliner. Os anúncios demonstram o potencial de crescimento de serviços em um mercado em rápida expansão.

“O nível de eficiência das companhias aéreas está mudando as regras do jogo. Os pedidos de hoje demonstram como as companhias latino-americanas estão encontrando maneiras de permanecerem ágeis e flexíveis”, comenta Gardiner Porter, diretor para as Américas da Boeing Serviços Globais. “Nossas ferramentas de análise e programas de troca de última geração visam manter as frotas de clientes em operação e prontas para uso em uma era de rápido avanço tecnológico”, complementa.

De acordo com o último estudo de perspectivas de mercado da Boeing (Current Market Outlook – CMO), o segmento de serviços para aviação comercial tem crescido a uma base anual de 5% na América Latina, sendo que até 2036 é esperado que o mercado total de serviços e suporte à aviação na região some USD 530 bilhões.

 

Mais Inteligência em voo e em solo

Maior companhia aérea do Brasil, a GOL assinou contrato que acrescentará o sistema Airplane Health Management à sua frota de aviões modelo 737 MAX. A partir da operação do programa, baseado no Boeing AnalytX, a companhia aérea poderá melhor aproveitar o profundo conhecimento de sistemas e projetos da Boeing, bem como a aprendizagem de manutenção operacional em toda a frota. Isso permitirá ações de manutenção preditiva que melhorarão a eficiência e reduzirão os custos operacionais das aeronaves.

A primeira entrega do 737 MAX 8 para a GOL está prevista para este ano. O serviço agregado às aeronaves aumentará a eficiência da gestão de frota do MAX, sobretudo em sua expansão internacional.

Por sua vez, a Aeroméxico o utilizará Programa de Revisão e Troca de Trem de Pouso da Boeing em dezessete aeronaves de sua frota de 787, além de ganhar acesso ao AOG (Aircraft-on Ground). Por meio do programa, as companhias aéreas recebem um trem de pouso reformado e recertificado de um pool de troca mantido pela Boeing, com componentes em estoque e peças de apoio enviadas em até 24 horas.

A companhia mexicana também começará a utilizar o sistema de Planejamento e Custos de Frotas de Motor da AerData, o que permite aos clientes otimizar o planejamento de manutenção de motores, disponibilidade de peças e orçamentos. Ao usar os recursos do Boeing AnalytX, a ferramenta analisa em horas o que normalmente levaria uma semana para a companhia aérea examinar utilizando outros métodos.

This post is available in: pt-brPortuguês