Depois de esclarecer seus planos para oferecer à Boeing para o projeto NMA, a CFM declarou nesta terça-feira que espera uma decisão rápida da Boeing sobre o projeto, ainda em 2018.

Dessa forma a CFM seria capaz de desenvolver o projeto com cautela no tempo de execução, e evitar atrasos. Vale lembrar que a Boeing quer entregar o primeiro avião em 2025, caso o projeto seja executado pela empresa.



Projeção do NMA apresentada pela Boeing no Paris Airshow 2017.

“O tempo está acabando”, afirmou Chaker Chahrour, vice-presidente e gerente geral de vendas e marketing da GE Aviation, no Singapore Aviation Leadership Summit.

A CFM já declarou que planeja seguir uma linha conservadora para desenvolver um motor com até 50000 lbs de empuxo para o NMA, esse projeto poderia ser algo derivado do motor Leap-1, que já concorre com as tecnologias atuais de última geração da Pratt & Whitney. Mas a empresa não descarta desenvolver novos conceitos totalmente do zero, baseados em um motor com caixa de engrenagens.

 

Veja mais em:

CFM pode optar por arquitetura conservadora de motor para novo projeto da Boeing

 

Via – FlightGlobal