Durante a FIDAE 2018, que ocorreu no mês de Abril, em Santiago (Chile), uma forte presença dos EUA se destacou na feira internacional com diversas aeronaves, incluindo dois caças de 5º geração, sendo dois F-22 Raptor e dois F-35A, ambos da USAF e de fabricação da Lockheed Martin.

A ida do F-22 foi um dos maiores atrativos da feira, mas o novíssimo caça Stealth F-35 pode ter ido com outra intenção, além de ficar exposto em todos os dias da Feira. Segundo um site chileno voltado para assuntos relacionados a defesa (FFAA Chile), o Chile pode estar interessado em encomendar caças F-35A para a Força Aérea.

Ainda segundo o site chileno, após o encerramento da FIDAE, no dia 08 de abril, os dois F-35A da USAF foram para uma base de caça chilena antes de retornarem aos EUA, e durante a feira conversas foram realizadas entre o comandante da FACH (Força Aérea Chilena), General Jorge Robles, e representantes da Lockheed Martin que estavam em Santiago.

Lockheed Martin F-35A USAF. Foto – André Magalhães/Aeroflap

O Chile é um parceiro de importância dos EUA na América do Sul. Diversos produtos americanos fazem parte das forças militares do Chile e a FACH é um exemplo, a aviação de caça do país é composta apenas por aeronaves de fabricação norte-americana, como os F-16C/D Block 50, F-16A/B MLU e F-5E/F Tigre III. Além da aviação de transporte que conta com um número considerável de aviões C-130 Hércules, aeronave que também é fabricada pela Lockheed Martin.

Caso de fato o Chile opte por encomendar caças F-35A, o país se tornará a primeira nação a ter um caça de quinta-geração em nosso continente.

F-16 MLU-FACH . Foto – André Magalhães/Aeroflap

This post is available in: pt-brPortuguês